Birding at REGUA

REGUA is the premier birdwatching site in the Atlantic Forest – one of South America’s most biodiverse and endemic-rich biomes. Of the 930 bird species found in the Atlantic Forest, 485 have been recorded at REGUA, including 63 Brazilian endemics, 118 species endemic to the Atlantic Forest and several species that can be considered REGUA specialities. Over 200 bird species have been recorded at our wetlands alone. More »

Accommodation

Our visitor lodge, built for birders and people interested in natural history, is located beside our wetlands with stunning views across the reserve and easy access to a network of marked trails that can be walked with or without a guide. The lodge is full board and equipped to a high standard with 10 en-suite rooms, a swimming pool, and an extensive natural history library. We also offer a transfer service to and from Rio de Janeiro located 1.5 hours away. More »

Birdwatching excursions

Join our birdwatching excursions from the lodge to a variety of Atlantic Forest habitats off-reserve, in search of over 100 species of birds not present at REGUA. The focus of our excursions is finding endemic Atlantic Forest birds including Restinga Antwren, Grey-winged Cotinga, Itatiaia Thistletail and Three-toed Jacamar. We also organise night-birding excursions to look for Giant Snipe, owls, potoos, nightjars and other nocturnal birds. More »

About REGUA

Narrated by Michael Palin, produced by Verity White/Five Films, soundtrack by Matthew Sheeran. Watch in HD »

seeds-brazil-2014-4-1316-joy-braker-525x250

Make a donation to REGUA

With only 7% of the original forested area remaining, the Atlantic Forest of South America is one of the most threatened ecosystems on Earth, but also one the most biodiverse! REGUA protects over 9,000 hectares of forest and has the opportunity to purchase more land protect more forest, but we have to act fast as encroaching urbanisation is rapidly increasing land prices. Please support REGUA by making a donation. Donate »

Twitter


Facebook

2 days ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Estudantes que tem como tema de pesquisa a dispersão de sementes por formigas em áreas restauradas. ... See MoreSee Less

View on Facebook

5 days ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇬🇧 We would like to thank our good bird guide friends, Gabriel and Daniel Mello, for introducing us to Ronei and Rômulo Ferreira who live in Cachoeiras de Macacu municipality and are passionate about the natural world with a special interest in birds. Ronei is Rômulo´s father who is 10 years old. Since his early childhood, Ronei has encouraged his son to love and respect nature and thus, Rômulo has taken joy in birdwatching! Rômulo´s interest in the birding world is growing with his parents enthusiastically encouraging this hobby.

REGUA is an established bird watching destination in Rio de Janeiro state with well-maintained trails, birdwatching towers and hides and a comfortable lodge. We would love Ronei and Rômulo to explore the wetland trails (Yellow and Brown trails) with all their bird diversity and beautiful scenery which includes the possibility of coming across capyvaras, broad-snouted caimans and tapirs! We will let you know when we will open up to visitation once again!

🇧🇷 Queremos agradecer nossos amigos Gabriel e Daniel Mello por termos apresentado Ronei e Rômulo Ferreira, moradores do município de Cachoeiras de Macacu que são apaixonados pela natureza com um interesse especial pelas aves. Ronei é o pai do Rômulo, que tem 10 anos, e que desde sua primeira infância foi ensinado a amar e respeitar a natureza e portanto, Rômulo tem se convertido em um observador de aves mirim! O interesse do Rômulo pelo mundo das aves está crescendo e seus pais estão dando todo o apoio necessário para que ele possa prosseguir com esse interesse.
REGUA recebe observadores de aves nacionais e internacionais sendo um local de referência no estado do Rio de Janeiro. REGUA possui um sistema de trilhas bem preservadas, torres e abrigos para a observação de avifauna e uma pousada muito aconchegante. Assim que a REGUA abrir suas portas para a visitação novamente, teremos o prazer de convidar Ronei e Rômulo para explorar as trilhas dos alagados (Trilha Amarela e Trilha Marrom) com toda a sua diversidade de avifauna que também inclui a possibilidade de encontrar as capivaras, os jacarés-de-papo-amarelo e as antas!
... See MoreSee Less

View on Facebook

Happy Saturday! ... See MoreSee Less

View on Facebook

1 week ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

On March 1st 2019, the UN General Assembly declared 2021-2030 UN Decade on Ecosystem Restoration. There exists an urgent need to accelerate global restoration of degraded ecosystems to combat climate change and biodiversity loss. Healthy ecosystems are essential for sustainable development that contributes to poverty alleviation. The UN Environment Programme and UN FAO (Food and Agriculture Organization) are leading the global movement which includes over 70 countries committed to restoring more than 170 million hectares of degraded land worlwide. Ecosystem Restoration implies environmental,social and economic gains through which people´s well-being and nature´s resilience is enhanced.
REGUA is one example of good practice conducive to these global goals.

No dia 1º março de 2019, a Assembléia Geral das Nações Unidas instituiu 2021-2030 como a "Década da ONU de Restauração de Ecossistemas". Esta iniciativa foi motivada pela urgência em acelerar a restauração de ecossistemas degradados no planeta para enfrentar os impactos da mudança do clima e a perda da biodiversidade e seus serviços ecossistêmicos. Ecossistemas saudáveis são fundamentais para alcançar o desenvolvimento sustentável que contribui para a erradicação da pobreza. A ONU Meio Ambiente e a FAO (ONU para Alimentação e Agricultura) lideram esta iniciativa que inclui mais de 70 países comprometidos na restauração de mais de 170 milhões de hectares de áreas degradadas ao redor do planeta. A restauração de ecossistemas implica benefícios sociais, econômicos e ambientais que se traduzem no bem-estar das populações e a resiliência do meio ambiente.
A REGUA é um exemplo de boas práticas conducente as metas globais de restauração de ecossistemas.
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇬🇧 The tayra (Eira barbara), a weasel about the size of a medium sized dog, can be found in the neotropical forests of Central and South America. It ranges from south Mexico to Bolivia and northern Argentina. Color varies with geographic range, but in general the tayra has a dark brown body with a slightly paler head. It's an omnivorous animal showing preference for small mammals, but it will eat whatever is available. Mammals are the most abundant part of the tayra's diet but it also eats significant amounts of fruit, invertebrates and reptiles, in that order. It has also been shown that the tayra occasionally eats honeycomb when it is available. This species has diurnal habits and usually travels alone or in pairs. Not much is known about their reproduction, however, the gestation lasts for about 63-70 days with the birth of 2-3 babies per season. Tayras are both terrestrial and arboreal; they are agile animals being able to climb trees or to move considerable distances, run up rocky clifs, and bound from branch to branch in the trees. Because of these habits, tayras have been found to live in hollow trees, burrows built by other animals, and occasionally in tall grass. When alarmed, the tayra gives a short, barking call and seeks protection in the nearest tree.

(©animaldiversity.com)

🇧🇷 A Irara (Eira barbara), também conhecida como papa-mel em outras regiões do Brasil, faz jus ao nome pois o mel é um dos seus alimentos favoritos. Ela também alimenta-se de frutas, insetos e vertebrados de pequeno e médio porte, o que a torna um animal onívoro. A Irara é ágil e tem o olfato aguçado pois o usa ativamente na busca por alimento e detecção de presas. O nome popular Irara vem da junção dos termos tupis i'rá (mel) e rá (tomar). É uma espécie tipicamente arborícola, e chega a habitar as áreas de dossel. Também abriga-se em ocos de árvores e troncos, e em tocas feitas por outros animais. No Brasil, a Irara ocorre em quase todo o território, habitando principalmente áreas de vegetação mais densa nos biomas Mata Atlântica, Amazônia, Cerrado, Caatinga e Pantanal. Seu corpo esguio e alongado, com cauda comprida e peluda, tem pelagem que pode variar desde indivíduos totalmente marrom escuros até totalmente bege amarelados. No entanto, a coloração mais comum é o corpo marrom escuro com nuca e cabeça bege.

As Iraras são ótimas escaladoras e nadadoras e são mais ativas durante o dia, chegando a se movimentar por até 8 quilômetros. Predominantemente solitária, também é possível avistar pares e mães com filhotes. Falando em filhotes, geralmente as Iraras tem até 3 filhotes, com uma gestação que dura de 63 a 67 dias. Sua principal forma de vocalização é similar a um latido.

(© WWF-Brasil)
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 O mestrando Ederson Oliveira estuda a diversidade de um pequeno grupo de besouros associados às plantas macrófitas. Ele analisa as espécies associadas às plantas hospedeiras, possíveis novas espécies para a ciência, além da descrição das formas larvais e pupais. Seu trabalho de campo é realizado na REGUA!

🇬🇧 The MSc student Ederson Oliveira is developing his field work at REGUA studying beetles associated with macrophyte plants. There are possible new species to be identified as well as describing the earlier larval stages of the studied species. Ederson feels inspired when he is at REGUA doing his research! Thank you for sharing this video, Ederson!
... See MoreSee Less

View on Facebook

3 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Em uma simples caminhada rotineira, vc é capaz de se deparar com algo impressionante. Então, aproveite este momento e disfrute da beleza que é capaz de tocar os seus sentidos, pois talvez no dia seguinte ela possa não estar lá. Isso aconteceu com essa colônia de fungos que estavam completamente visíveis em um tronco em decomposição. Com a esperança de voltar a fotografá-los no dia seguinte, eles já haviam perdido essa forma e não estavam mais visíveis. Esse pequeno acontecimento nos fez recordar que a vida é feita de inúmeros pequenos momentos de beleza, que nem sempre são devidamente valorizados. Mesmo após esse ano de tristes acontecimentos, possamos nos segurar àqueles pequenos que nos trouxeram alegria. Alegria e força para começar um excelente 2021. A vida realmente não para!

🇬🇧 During today's walk around REGUA, I came across with this beautiful delicate mushroom colony. When I tried to photograph them later, they were gone! This made us reflect on how the beauty of life can just slip away from our hands. Despite having had a difficult year, let us be strong and hold on to the beautiful things in life, ready for the next day!

#mushrooms #funghi #cogumelos #atlanticrainforest #MataAtlântica #southeastbrazil #sudestebrasileiro #riodejaneiro #conservação #conservation #reservaecologiadeguapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

4 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 A Reserva Ecológica de Guapiaçu, junto aos seus parceiros e amigos, desejam a todos um feliz Natal e os mais inspiradores sentimentos natalinos! Que o próximo ano traga renovadas esperanças de um mundo melhor e mais fraterno. Agradecemos a todos os que nos seguem e torcem pelo nosso sucesso! 🌲❤️

🇬🇧 On behalf of REGUA and its partners and friends, we want to wish all a Happy Christmas. Hoping that the New Year brings peace, health and more joy to the world. Best wishes to all! 🌲❤️
... See MoreSee Less

View on Facebook

4 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Em uma caminhada pelas florestas da REGUA, foram vistas plantas do gênero Dahlstedtia, que ocorrem exclusivamente no bioma Mata Atlântica, nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O gênero é constituído por duas espécies, a D. pinnata e a D. pentaphylla. Elas apresentam porte arbóreo-arbustivo, com flores grandes, tubulosas e vistosas, que são polinizadas por beija-flores. Conhecida como "Timbo", sua casca e raíz esmagadas eram utilizadas pelos povos autóctones da região na prática diária da pesca, com o objetivo de atordoar e asfixiar os peixes.

🇬🇧 Plants belonging to Dahlstedtia genus occur exclusively within the Atlantic Forest in Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina and Rio Grande do Sul states in Brazil. This genus is represented by two species: D.pinnata and D.pentaphylla. Dahlstedtia plants grow both as bushes and trees. Hummingbirds regularly visit their beautiful pink or reddish flowers. Locally known as "Timbo", its roots and bark were used by indigenous people to dumb and asphixiate fish as part of their fishing practices.

#mataatlântica #atlanticrainforest #southeastbrazil #regiaosudeste #botanica #bottany #reservaecologiadeguapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Finalmente estamos terminando o ano de 2020, que não foi nada fácil para ninguém. Com difícies perdas e novos súbitos aprendizados que iremos levar para a vida toda.
Entretanto, um novo ano se aproxima, ano este que devemos nos inspirar, nos renovar, crescer e tentar fazer com que, seja melhor do que o ano que passou.
Aos que se foram, o seu legado foi deixado, para nunca os esquecer. Assim seguimos com seus aprendizados, nos tornando mais fortes e compreensíveis. No vídeo gravado pelo nosso guia de aves, Adilei da Cunha, assistimos a Flora e o Valente brincando nos alagados da Reserva Ecológica de Guapiaçu. Área esta, que já foi pasto apenas para o gado de corte e que hoje, resplandece de vida e com um novo mamífero selvagem, que foi reeintroduzido a pouco tempo pelo Projeto REFAUNA.

🇬🇧 We are ending this tragic 2020 long year. With human loss and lessons we will take for the rest of our lives.
As the new year approaches, we must feel inspired and renewed, hoping that 2021 brings us better days.
To those who are gone, their legacy has been left with us, making us stronger and aware of our fragilities. In the video recorded by our bird guide, Adilei da Cunha, we can see Flora and her offspring playing in the wetlands. This area was once a pasture turned into a wetland in 2004, becoming today a suitable and protected habitat for many different life forms, including the recently reintroduced tapirs. REFAUNA Project selected REGUA as the Tapirs release site. Sadly, Flora left us, however, she had enough time to instruct her offspring, "Curumim", to continue his journey at REGUA.
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Luiz Cláudio Marigo completaria, hoje, 70 anos de vida. E todos nós da REGUA, que tivemos o privilégio de conhecê-lo, queremos prestar-lhe uma homenagem singela e sincera. Com a sua tamanha sensibilidade artística e humana, Luiz Cláudio é um artista que, como poucos, soube utilizar a fotografia como meio de nos apresentar a beleza transcendente da natureza. São várias as gerações de brasileiros que foram influenciados pela criatividade e senso estético das suas imagens.
Sentimos a sua falta, mas sabemos que você está muito próximo de cada um de nós, onde deixou a sua marca. Parabéns, amigo Marigo, pelo seu dia!

Temos a felicidade de poder continuar sendo inspirados pelo Vítor Marigo, um dos seus filhos, que herdou o precioso talento da fotografia. Que alegria!

Um abraço apertado a toda a família!

🇬🇧 Today we wish to make a tribute to Luiz Cláudio Marigo, who would have celebrated his 70th birthday. All of us at REGUA, who had the privilege of meeting him were impressed by his dedication to Nature and his passion for photography.

With his great artistic flair, Luiz Cláudio was an artist who used photography as a midium to show Nature's transcendence. He influenced a generation of photographers and through his expeditions managed to bring us closer to Nature. Marigo visited us on several occasions and was deeply supportive of REGUA's mission.

Luiz Cláudio's son @vitormarigo inherited the same passion for photography and continues to inspire us with his beautiful work!

#naturephotography
#biodiversidade
#biodiversity
#wildlifeconservation
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Após várias semanas de chuva, o sol finalmente apareceu na REGUA! As árvores plantadas nos últimos dois meses florescem com as precipitações constantes, garantindo seu crescimento saudável e contínuo. A missão institucional da REGUA de conservar a Mata Atlântica na bacia do Alto Guapiaçu prossegue com muita força e entusiasmo!

#regua Conservação #Birdwatching #corredorverde

After several weeks of rain, the sun has finally come out at REGUA! Trees which have been planted over the last two months are flourishing with constant precipitation guaranteeing their healthy and continuous growth. REGUA´s institutional mission of conserving the Atlantic Rain Forest in the Upper Guapiaçú watershed proceeds with great strength and enthusiasm!

Conservation #birdwatching #greencorridor
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Hoje quem faz aniversário é a Raquel Locke, a vice-presidente da Instituição REGUA. Temos o imenso prazer de compartilhar todos os dias com ela a sua alegria, animação, proatividade e vontade de fazer o bem! Não foi fácil chegar até aqui, mas juntamente com o seu marido Nicholas Locke, equipe REGUA e apoiadores, a REGUA vem ganhando prestígio e respeito através de seu incansável trabalho. Todos os envolvidos com a REGUA deixam aqui um forte abraço e os melhores desejos neste grande dia! Obrigada, Raquel!

Today we celebrate Raquel's birthday, REGUA's vice president. We are delighted to share her enthusiasm, happiness and willingness to make the right decision. It's been a long road so far, however we have built an excellent team, a wonderful network though we still have much to learn and improve. We wish Raquel, our warmest feelings and thank you for your dedication to REGUA. Happy birthday!
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 O termo "floresta ombrófila densa", criado por Ellemberg & Mueller-Dombois (1967) substituiu o termo "pluvial" de origem latina por "ombrófila", de origem grega, ambos com o mesmo significado: amigo das chuvas. A precipitação bem distribuída durante o ano, determina uma situação bioecológica única neste tipo de ecossistema: um período seco de no máximo 60 dias ao ano!

🇬🇧 In the evergreen Atlantic forest the well-distributed rain helps create an ecosystem with practically no dry period - 0 to 60 days in the year-. It's an unique biodiverse ecosystem!

#mataatlântica #florestastropicais #florestaombrofiladensa #reservaecologiadeguapiaçu #conservação #natureza #atlanticrainforest #tropicalforest #southamerica #southeastbrazil #natureconservation
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Durante o Bioblitz organizado por Jean-Paul Boerekamps, diversas mariposas foram fotografadas na parede que é iluminada por uma lâmpada especial contendo vapor de mercúrio, super estimulante para elas. Dentre as diversas observações está uma mariposa pertencente à família Notodontidae - subfamília Dioptinae, que segundo o nosso especialista em borboletas Jorge Bizarro, não é uma espécie tão fácil de ser avistada, fato que dificultou a sua identificação. Este grupo de mariposas neotropicais voam durante o dia e muitas exibem uma coloração brilhante nas asas. Compartilhar observações na plataforma Inaturalist permite pôr em prática a ciência cidadã e a troca de conhecimento dentro de uma comunidade curiosa e disposta a identificar diferentes espécies pelo mundo. Esse processo permite que os especialistas, os amantes de algum grupo de animais ou plantas, curiosos e apaixonados pelo mundo natural possam trocar ‘figurinhas’.

🇬🇧 Jean-Paul Boerekamps photographed many moths that came to the moth wall every evening. One special observation was a moth belonging to the Notodontidae - subfamily Dioptinae. According to our butterfly expert Jorge Bizarro, this is an uncommon species, which is difficult to identify. Jorge knows that it belongs to the subfamily Dioptinae, a group of diurnal Neotropical moths, many of which have bright winged colours. Identifying certain species on Inaturalist is never easy, so sharing one’s observations allows one to practice the concept of citizen science and allows one to exchange knowledge with others similarly interested in th same subject. This process allows experts and beginners to exchange information.

#inaturalist #ciênciacidadã #mariposas #moths #natureconservation #naturephotography #reservaecologiadeguapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 A família das orquídeas é uma das maiores dentro do reino das plantas e elas têm exercido um grande fascínio no ser humano, sobretudo pela beleza de suas flores. Entretanto, as orquídeas também têm sido utilizadas pelo seu valor medicinal, com apenas uma espécie de valor comercial na indústria alimentícia (extrato de baunilha).
A indústria do cultivo de orquídeas começou no final do século XIX com colecionadores e naturalistas europeus que organizaram expedições ao redor do mundo, especialmente em áreas tropicais, na procura de espécies desconhecidas. Quando os Portugueses chegaram ao Brasil, a Serra dos Órgãos, onde se encontra inserida a REGUA, estava na sua totalidade coberta pela vegetação nativa. Uma vegetação exuberante e única com milhares de formas de vida da flora e fauna que a tornaram um dos 35 Hotspots do mundo.

🇬🇧 Orchids belong to one of the most diverse families of flowering plants in the world. Orchids have held a strong fascination over people throughout time due to the unique beauty of their flowers. However, orchids have also been used for medicinal purposes and only one orchid is used for industrial food production (vanilla extract).
The orchid cultivation industry started in the late 1800s with European collectors and scientists embarking on expeditions around the globe, particularly to tropical areas, in search of unknown species. At the advent of the Portuguese colonization, the Organ Mountain Range where REGUA is located was covered in native, moist Atlantic Forest vegetation. Myriads of life forms inhabit this biome which is one of the 35 world Hotspots.
... See MoreSee Less

View on Facebook

Timeline PhotosHave you ever laid your eyes on a Red-legged Seriema?

You may have never heard of this predatory bird species before – one of the largest ground-dwelling birds in the Neotropics – and yet in Brazil, you've made a major difference for its home. As we recently wrote, your generous support to our #ActionFund has allowed our partner Reserva Ecológica de Guapiaçu to expand the Atlantic Forest reserve by 167.5 acres; and the newly protected plots include known nesting sites for the Seriema!

Thanks for saving land and species with our partners 🙏🏽

Read more about REGUA’s recent land purchase here:

🇧🇷 www.worldlandtrust.org/news/2020/11/a-treasure-trove-of-life-wlt-supporters-fund-expansion-of-bra... 🇧🇷

Be nature's champion by supporting our #ActionFund:
🦋 www.worldlandtrust.org/appeals/action-fund/ 🦋

📷: Scott Guiver
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Swartzia oblata, conhecida na nossa região como Caroba. Ocorre tanto na mata primaria como em encostas ou fundos de vales, em solos bem drenados e férteis.Produz anualmente moderada quantidade de sementes viáveis. Apresenta frequência baixa, com dispersão irregular e descontínua.Seus frutos são muito consumidos por aves e roedores.

Swartzia oblata, commonly known as Caroba in our area. Found in primary forest and in both forested slopes and valleys with well-drained soils. Caroba trees produce annually a moderate amount of fertile seeds. Caroba trees are uncommon
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Estamos nos preparando para um “Bioblitz” que acontecerá em meados de novembro de 2020. O projeto intitulado 'REGUA Bioblitz 17-24 de November 2020' faz parte da iniciativa de ciência cidadã Inaturalist. INaturalist é uma plataforma onde você pode registrar o que vê na natureza, conhecer outros amantes da natureza e cientistas, além de aprender sobre o mundo natural ao seu redor. Você pode registrar suas observações pelo site ao fazer o “upload” das suas fotos usando o aplicativo Inaturalist, que seria mais recomendável. A plataforma usa inteligência artificial para a identificação de flora e fauna, sugerindo a identificação da espécie em questão caso você precise de ajuda. Todos podem se tornar um cientista cidadão ao fotografar diferentes espécies, contribuindo, assim, para a ciência. Aderir à ciência cidadã nos permite aprender e entender mais sobre a natureza.


Há também um projeto de longo prazo chamado "REGUA Biodiversity Celebration", que já conta com mais de 7.000 observações onde são exibidas mais de 1.700 espécies de flora e fauna. Este projeto foi idealizado por diferentes pessoas que contribuíram com um grande número de observações (incluindo registros de viagens anteriores), e algumas outras que ajudaram a identificar espécies. O número de observações ajuda a REGUA a visualizar quais espécies estão presentes em seu território. Vale a pena considerar as seguintes dicas:

- Cada imagem é relevante. Você não precisa ser um fotógrafo brilhante, pelo contrário, em alguns casos o sistema aprende mais com imagens de baixa resolução;

- Você não precisa ser um especialista para postar observações. Você pode enviar fotos de espécies comuns e do dia-a-dia, basta informar ao sistema o grupo taxonômico;

- Ao publicar uma observação dentro do território da REGUA, ela será automaticamente incluída no projeto relacionado à REGUA;

- É uma boa oportunidade para aprender sobre os diferentes grupos taxonômicos. Tenha em mente que existem especialistas olhando as suas observações e que eles podem ajudá-lo a identificá-las;

- É divertido navegar pela plataforma Inaturalist e ter a oportunidade de reviver alguns momentos ou boas lembranças da REGUA durante o ‘upload’ e identificação de fotos.

Bioblitz event"

We are preparing ourselves for a Bioblitz that will take place in mid November 2020. The project entitled ‘REGUA Bioblitz 17-24 November 2020’ is part of the Inaturalist citizen science initiative. INaturalist is a platform where you can record what you see in nature, meeting other nature lovers and scientists and learning about the natural world around us. You can use it to record your own observations, either uploading your pictures on the website or even using the app. It’s recommendable downloading the app. The platform uses AI (artificial intelligence) for flora and fauna identification in case you need some help. Everyone can become a naturalist photographing their subject of interest contributing to science. Adhering to citizen science allows us to learn and understand about nature.

There is also a long-term project called ”REGUA Biodiversity Celebration” that already counts with more than 7.000 observations exhibiting more than 1.700 flora and fauna species. This project was conceived by the contribution of many people who posted their photographs, including past records from previous trips and some others who helped to identify species. Adding observations help REGUA acknowledge which species are present within its territory. It’s worth considering the following tips:

- Every picture is relevant. You don’t have to be a brilliant photographer (on the contrary, in some cases the system learns more from low resolution images);

- You don’t have to be a specialist to post observations. You can upload pictures of ordinary, day to day species. Just inform the system which is the taxonomic group you are referring to;

- When posting an observation within REGUA’s territory, it will be automatically included in the project related to REGUA;

- It’s a good opportunity to learn about the different taxonomic groups. Bear in mind there are specialists looking at your observations and that they can help you identify them;

- It is fun to go through Inaturalist and you will have good memories of REGUA while uploading your pictures.
... See MoreSee Less

View on Facebook

Timeline PhotosThis morning it’s all about the slower-paced lifestyle as we #ThrowbackThursday to this story on Brown-throated Sloth 🦥

Sleeping 20 hours a day and taking the award for the world’s slowest mammal, these sloths continue to thrive in our partner REGUA’s Atlantic Forest in Brazil and they can often be seen hanging out in the trees around the office.

Helped by WLT supporters, REGUA safeguards large continuous area of forest for sloths to inhabit but the work is far from over. It’s #NotTooLate to donate to our #ActionFund and offer these slumbersome mammals a safer future.

Support our #ActionFund today:

🇧🇷 www.worldlandtrust.org/appeals/action-fund/ 🇧🇷

Read more about Brazil’s Brown-throated Sloth:

🦥 www.worldlandtrust.org/news/2020/05/brown-throated-sloths-thrive-at-regua/ 🦥

📸: ©Nicholas Locke

#Brazil #Conservation #NatureBasedSolutions
... See MoreSee Less

View on Facebook