Come birding at REGUA

green-headed-tanager-6165-lee-dingain

REGUA is the premier site for birding in the Atlantic Forest – one of South America’s most biodiverse and endemic-rich biomes. Of the 930 bird species found in the Atlantic Forest, over 470 have been recorded at REGUA, including 62 species Brazilian endemics, 118 species endemic to the Atlantic Forest and several species that can be considered REGUA specialities. Over 200 bird species have been recorded at our wetlands alone. More »

Stay at our lodge

lodge-p1400109-rachel-walls-525x250

Our visitor lodge, set up for people interested in natural history, is located next to our wetlands with stunning views across the reserve and easy access to a network of marked trails that can be walked with or without one our bird guides. The lodge is full board and equipped to a high standard with 10 en-suite rooms, a swimming pool, and an extensive natural history library. We also offer a transfer service to and from Rio de Janeiro located two hours away. More »

Join a birdwatching excursion

Join our organised birdwatching excursions from the lodge to a variety of Atlantic Forest habitats off-reserve, in search of over 100 species of birds not present at REGUA. The focus of our excursions is finding Atlantic Forest endemics including Restinga Antwren, Grey-winged Cotinga, Itatiaia Thistletail and Three-toed Jacamar. We also run night-birding excursions to look for Giant Snipe, owls, potoos and other nocturnal birds. More »

Facebook

3 days ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Hoje lembramos da nossa importante missão de conservação e nos conectamos a todas as demais ONGs, projetos de conservação, empresas públicas e privadas, universidades, escolas e pessoas que contribuem para esse bem.

As previsões de um futuro catástrofico devido à interferência humana no planeta nos deixam muito preocupados, mas mesmo assim cultivamos esperanças de reverter este cenário incentivando a conservação e a restauração das nossas florestas, a proteção das nascentes, o trabalho educativo com as crianças, o incentivo às pesquisas e trabalhos com a fauna local, assim como ações coletivas e individuais que contribuem para a manutenção dos serviços prestados pela natureza. 🍃

🇬🇧 Today we celebrate the World Nature Conservation Day and we connect with other NGOs, conservation projects, companies, universities, schools and people who are working to make a difference in the planet.
Predictions of harsh times to come due to climate change makes us feel powerless. However we hope that through our conversation mission and efforts in the uper Guapiaçu watershed, we can contribute and encourags nature to do her best. 🍃

#DiaMundialdaConservaçãodaNatureza #WorldNatureConservationDay #atlanticrainforest #MataAtlântica #reservaecologiadeguapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

Happy World Nature Conservation Day ! 💚Happy World Conservation Day! 💚 Today we raise awareness and encourage the protection of natural resources, so that they can be preserved for future generations. 🌱

Help save rainforest around the world. Donate now: bit.ly/3bsXOvR
... See MoreSee Less

View on Facebook

4 days ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Tivemos a contribuição de muitos trabalhos interessantes durante o II Encontro Cietífico da REGUA e gostaríamos de compartilhar com todos vocês as pesquisas expostas durante o encontro! Assim, quem não pôde participar, terá a chance de entender um pouquinho sobre o que vem acontecendo na REGUA. A pesquisa do Timothy Moulton e demais colegas do Laboratório de Ecologia de Rios e Córregos da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) diz respeito à alternância do estado dos nossos wetlands (alagados ou lagos rasos), que têm apresentado águas mais turbas devido à presença de algas do tipo Euglena sanguinia, que podem produzir um tipo de toxina prejudicial aos peixes. Essa alga também impacta o desenvolvimento de uma macrófita submersa, a Egeria densa que tem um papel importante no equilíbrio dos ambientes aquáticos, pois além de produzir oxigênio – que é liberado na água, serve de alimento para muitas espécies de peixes, aves e mamíferos. Além disso, funciona como abrigo para microrganismos planctônicos – micro-crustáceos e alguns tipos de moluscos. Essa é uma pequena parte da pesquisa desta equipe, mesmo assim eles seguem animados em obter mais resultados sobre este processo e nós animados em compartilhar estas informações!

🇬🇧 REGUA's second on-line Scientific Seminar took place last week (July 21st, 22nd, 23rd). The incredible 440 plus e-participants had an opportunity to learn of the varying research taking place at REGUA on diverse subjects such as: Atlantic flora, conservation strategies and fauna monitoring. REGUA sees research as a core activity and has supported on-site research for over 15 years with close tô a hundred publications from different University departaments. Today, Prof. Timothy Moulton and his team from UERJ ( Rio de Janeiro State university) discusses the water quality of the REGUA wetlands.
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 week ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Alguém aí sentindo frio e sem vontade de sair da toca como o simpático Pica-pau-de-cabeça-amarela (Celeus flavescens)? Esta espécie costuma fazer seus ninhos em cavidades construídas pelas formigas arborícolas e em árvores secas. Ocorre da margem setentrional do baixo Amazonas ao Rio Grande do Sul, Paraguai e Argentina (Misiones).

🇬🇧 We quite like our winter season, a comfortable change from the usual heat. However this year it has been unusually cold, and we feel like staying in our homes just like this lovely Blond-crested Woodpecker (Celeus flavescens)! These woodpeckers usually take advantage of old nests in trees, especially dry trees. These birds have a wide distribution and can be found from the lowest parts of the Amazon to the southern Brazilian state of Rio Grande do Sul, reaching as farbas Paraguay and the province of Missiones in Argentina.
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Continua sendo uma enorme alegria acompanhar a repercussão sobre o nascimento da segunda anta selvagem aqui na REGUA. Nos alegramos em saber que este projeto coordenado pelo @refauna e apoiado pelo @projetoguapiacu traga tanta alegria para pessoas que nos acompanham de diversos lugares!
A divulgação das notícias que são o fruto do nosso trabalho, através de uma equipe muito engajada, nos motivam a seguir em frente! 💚💛

🇬🇧 News on the second wild tapir born at REGUA has prompted national media coverage drawing attention to REFAUNA's tapir reintroduction programme. Under GUAPIACU III project funded by Petrobras Socio- environmental programme, REFAUNA has been able to secure funds for transportation, monitoring equipment and promotion! Still lots of work ahead of us, but we are very happy with the results so far.
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

Best Nature Hotspot in Rio de Janeiro! REGUA !

Thank you René !
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

René Tubarara Santos

www.youtube.com/watch?v=6i-Wsv0POo0 ... See MoreSee Less

View on Facebook

2 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 A braúna (Melanoxylon brauna) é uma espécie arbórea endêmica da Mata Atlântica encontrada no sul do estado da Bahia, Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Está na categoria "Vulnerável" na lista de estado de conservação da IUCN pois a sua madeira compacta e pesada foi amplamente extraída para ser usada na indústria civil, na confecção de instrumentos musicais, cabos de ferramenta, postes e mourões. A braúna é uma espécie semi-decídua, heliófita, encontrada em florestas tanto primárias como em florestas secundárias tardias. Sua dispersão se dá pela ação do vento (anemocórica). Este exemplar se encontra na área do "Francês", que são nossos vizinhos e parceiros.

🇬🇧 Brauna tree (Melanoxylon brauna) is an Atlantic Forest endemic tree species found in southern Bahia, Espiritu Santo, Minas Gerais and Rio de Janeiro states. Brauna tree is under IUCN Vulnerable conservation status category. Its dense, compact and resistant wood has been intensively used in civil construction, in the making of musical instruments, fence posts and tool handles. A semi-deciduous, heliophyte species found in both primary and in mature secondary forests, very often on hill-tops and slopes. Brauna seeds are wind-dispersed. This specimen is growing in our partner’s area, “Francês” (Frenchman), where we restored 4 hectares.
... See MoreSee Less

View on Facebook

3 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Tem bebê novo de anta na área!

Em 2020 as antas Eva e Valente nos deram Curumin, o primeiro filhote de anta nascido no estado do Rio em 100 anos.

Esse ano, que alegria, Flora e Júpiter nos deram mais um bebê anta! Com essa segunda antinha, nossa população está crescendo. Isso nos enche de orgulho e confiança num futuro onde as florestas da Mata Atlântica voltarão a ter antas em abundância.

Flora e Júpiter foram soltos em 2018, vindos do Parque Ecológico da Klabin, e desde então nunca estão muito longe um do outro (apesar de andarem sós, como é normal para antas).

No vídeo de armadilha fotográfica vocês veem mamãe Flora e o filhote, que deve ter por volta de 6 meses. Ainda não sabemos seu sexo, e ele provavelmente nasceu em janeiro, como o Curumin ano passado.

Sabemos disso graças ao monitoramento que fazemos junto com o @projetoguapiacu, nosso super parceiro na empreitada de reintroduzir as antas na @reservaecologicadeguapiacu

Esperamos que a notícia dessa nova vida aqueça o coração de vocês como aqueceu o nosso (coração verde).

🇬🇧 There is a new baby tapir in the area!

In 2020 the tapirs Eva and Valente gave us Curumin, the first baby tapir born in the state of Rio de Janeiro in 100 years.

This year, what a joy, Flora and Jupiter gave us another baby tapir! With this second baby, our population is growing. This fills us with pride and confidence about a future in which the Atlantic Forest forests will once again have an abundance of tapirs.

Flora and Jupiter were released in 2018, coming from Klabin's Ecological Park, and since then they have never been very far from each other (although they walk alone, as is normal for tapirs).

In the camera trap video you see mother Flora and her cub, who must be around 6 months old. We still don't know his sex, and he was probably born in January, like Curumin last year.

We know this thanks to the monitoring we do together with @projetoguapiacu, our super partner in the enterprise of reintroducing tapirs in @reservaecologicadeguapiacu

We hope that the news of this new life warms your heart as it warmed ours (green heart).
... See MoreSee Less

View on Facebook

4 weeks ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Stifftia chrysantha - Família Asteraceae

Diadema ou Esponja-de-ouro ou Rabo-de-cutia são os nomes vernáculos dados a Stifftia chrysantha, árvore de porte pequeno, entre 3-5 metros, endêmica da Mata Atlântica nos estado do Rio de Janeiro (Serra do Mar), São Paulo e Bahia. Stifftia chrysantha é muito utilizada em projetos de paisagismo urbano assim como em projetos de restauração ecológica. Suas flores alaranjadas atraem a avifauna local e são comercializadas em forma de arranjos florais. De dispersão descontínua e irregular, é uma planta perenifolia, esciofita, encontrada no sub-bosque. As sementes produzidas anualmente em grande volume são disseminadas pelo vento ( síndrome de dispersão anemocorica).

🇬🇧 Stifftia chrysantha - Asteraceae family

Diadema, Esponja-de-ouro, Rabo-de-cutia are the common names for this endemic Atlantic Forest small tree (3 to 5 metres tall) found in Rio de Janeiro (Serra do Mar mountain range), São Paulo and Bahia states. It is widely used in urban landscaping and in ecological restoration projects. Its flowers attract the local avifauna and are sold as cut-flower bouquets. It is a sparsely distributed, perennial, shade-loving, understorey plant. Numerous seeds are produced annually which are dispersed by the wind (anemochoric dispersion syndrome).
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Encontrado em todos os biomas brasileiros, com exceção de uma parte da Amazônia, este simpático mamífero tem hábitos noturnos e solitários, pois como é alimento para diversas espécies, como onças-pardas, jaguatiricas, algumas serpentes, entre outros animais, possui o hábito de viver em silêncio e com muita discrição.
São animais herbívoros e sua dieta consiste na alimentação de frutos, brotos e talos de vegetais. Estes coelhos fazem o ninho com folhas ou capim seco, forrando o interior com seus próprios pelos para criar seus filhotes e costumam dar à luz entre um e seis filhotes.
Alguém já pensou que o coelho é um roedor? Pensamos que essa pode ser uma confusão normal, porém para a ciência, o que mais difere os coelhos dos roedores é a dentição: eles possuem quatro dentes incisivos (dois superiores e dois inferiores), já os roedores têm apenas dois. Além dos coelhos possuírem lindas orelhas compridas!
© oncafari.org

🇬🇧 Native from Brazil, the Tapiti rabbit (Sylvilagatus brasilienses) is found throughout all the Brazilian biomes, with the exception of some parts of the Amazon. This friendly mammal is nocturnal, wary and solitary and it is most of the time hiding from its predators, such as pumas, ocelots and some snakes.
Its diet consists of fruit, shoots and plant stalks. These rabbits make their nest with leaves or dry grass, lining the inside with their own fur to raise their young, usually giving birth to one to six off springs.
Some people think rabbits are rodents. Actually they have similar behaviour such as nocturnal habits and reproduction, however what most differs rabbits from rodents is their teeth: they have four incisor teeth (two upper and two lower), while rodents have only two. Besides the fact that rabbits have beautiful long ears!

Vídeos disponibilizado pelo Lemas e o Marcelo Rheingantz.
Refauna Projeto Guapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇬🇧 Andira legalis, locally known as Angelim coco, is an Atlantic rainforest secondary species found in Bahia, Espiritu Santo and Rio de Janeiro states in evergreen and semi-deciduous forests and in coastal, low-lying areas. Its beautiful purple flowers are pollinated by bees in the months of October and November. Viable seed production is low and irregular with bats and other mammals disseminating them.

🇧🇷 Andira legalis, conhecida localmente com o nome Angelim coco, é uma espécie arbórea secundária da Mata Atlântica encontrada nos estados da Bahia, Espiritu Santo e Rio de Janeiro nas florestas ombrófilas e semi-deciduais, em áreas baixas e costeiras. Suas flores de intenso cor lilás são polinizadas pelas abelhas. nos meses de outubro e novembro. A produção de sementes viáveis é irregular e baixa sendo de dispersão zoocórica com destaque dos morcegos nesta disseminação.
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 A maioria das mariposas se alimentam do néctar de flores e assim se comportam como polinizadoras. Uma outra parte vive poucas horas ou dias e acumulam gordura na fase larvar, pelo que os adultos mal se alimentam,bebendo apenas água. No entanto, vários grupos da família Erebidae (ex-Noctuidae latu sensu + Arctiidae) são frugívoras, se alimentando de frutas maduras em início de decomposição. Elas incluem o conhecido e popular gênero Catocala da região temperada setentrional, que podem ser atraídas pincelando purê de frutas sobre cascas e troncos de árvores.

Na nossa região ocorre o colorido gênero Eudocima, de distribuição Pantropical (com espécies em todas as regiões tropicais) exemplificado pelo indivíduo aqui flagrado sobre uma fruta caída no solo.

🇬🇧 Most moths feed on flower nectar and thus behave as pollinators. Another part lives for a few hours or days and accumulates fat in the larval stage, so adults barely eat, drinking only water. However, several groups of the Erebidae family (formerly Noctuidae latu sensu + Arctiidae) are frugivores, feeding on ripe fruits that are beginning to decompose. They include the well-known and popular genus Catocala from the northern temperate region, which can be attracted by brushing fruit puree over bark and tree trunks.

In our region, there is the colorful genus Eudocima, with a Pantropical distribution (with species in all tropical regions) exemplified by the individual pictured here on a fruit that has fallen on the ground.
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 20 anos da fundação da REGUA!

🇬🇧 20 years since the foundation of REGUA!
... See MoreSee Less

View on Facebook

1 month ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 As licófitas e samambaias constituem os primeiros grupos de plantas vasculares que conseguiram conquistar efetivamente o ambiente terrestre, devido às suas características exclusivas, que contam com um sistema de fixação e absorção, raízes e rizomas; desenvolvimento de um sistema de condução, xilema e floema; presença de cutícula, que evita dessecação; estômatos para realização de trocas gasosas; tecidos fotossintetizantes, caules e folhas, e esporos, que é uma forma eficaz de reprodução a curtas e longas distâncias. No Brasil já foram registradas 1.217 espécies de samambaias e 188 de licófitas (12% da riqueza mundial). Só a Mata Atlântica abriga 946 espécies. Apesar da sua riqueza e importância, estas plantas são ignoradas por muitas pessoas, e talvez um dos motivos seja o fato delas não produzirem flores e frutos.
O aluno de mestrado Márcio Mendes, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), está fazendo o seu trabalho de campo aqui na REGUA, e tem como objetivo aproximar o público profissional e amador das licófitas e samambaias através da fotografia. Ele está utilizando a Trilha Amarela ou Trilha dos Alagados e veio acompanhado de seus colegas, professores e orientador. Um dos produtos do seu mestrado será um guia de campo que poderá ser utilizado pelos visitantes aqui na REGUA. Ficamos super felizes com o trabalho do Márcio, que será muito bem utilizado por todos nós!

🇬🇧 Master's student Márcio Mendes from the Rio de Janeiro State University is undertaking his fieldwork at REGUA, and aims at bringing people closer to lycophytes and ferns through photography. Lycophytes and ferns are believed to be the oldest living lineage of vascular plants, long before gymnosperms and angiosperms. Estimates of their evolution date back to more than 400 million years ago. As with all plants, lycophytes have two alternating generations. The dominant generation in lycophytes is the sporophyte generation which produces spores for reproduction. Multiple spores are developed in sporangia and dispersed by wind and water.
Marcio is using the Yellow Trail in the wetlands and his work is being supervised by his tutor on site. His objective is creating a lycophyte’s and fern’s field guide of the wetlands. We look forward to using and sharing this wonderful field guide!
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Projeto Guapiaçu

Para quem gosta da beleza das flores, sugerimos algumas árvores nativas da Mata Atlântica que podem embelezar o seu quintal 🌸🌼

Passe para o lado e confira a lista que montamos! 👉🏼

E aí, você já tem alguma dessas em casa? Conta aqui! 👇🏼

O Projeto Guapiaçu é uma realização da Reserva Ecológica de Guapiaçu, com patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental. ⁣

#ProjetoGuapiaçu #petrobras #arvore #arvores #tree #trees #planta #fruta #alimento #Nativa #frutanativa #arvoresdobrasil #meioambiente #mataatlantica #biodiversidade #plants #nature #natureza
... See MoreSee Less

View on Facebook

O fundador e presidente da Reserva Ecológica do Guapiaçu Nicholas Locke.
Neste vídeo ele nos conta sua paixão pelo trabalho de conservação na REGUA.
Uma ótima semana.
#conservação Bacia hidrográfica
#projetoguapiaçu
... See MoreSee Less

View on Facebook

Sad Reality of Today's World 😥🌍
Please Plant trees Plant hope 🌳❤🌳
Help us to Plant Trees 🌳🌍🌳
Planet SOSSad Reality of Today's World 😥🌍

Please Plant trees Plant hope 🌳❤🌳

Help us to Plant Trees 🌳🌍🌳

ket.to/help-to-plant-1-trillion-tree-worldwide

Art Credit : Debashis Singh

#theplanetvoice #PlanetSOS
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Projeto Guapiaçu

#TBT desse registro incrível do tucano se alimentando em um pé de mamão! 😋

Estamos apaixonados por ele 🤩

O Projeto Guapiaçu é uma realização da Reserva Ecológica de Guapiaçu com patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental.

📸 Nature by Tati

#projetoguapiaçu #petrobras #natureza #animais #animal #tucano #passaro #bird #AVE #meioambiente #florestalbrasil
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇬🇧 REGUA´S Rangers´s Training course

REGUA´S Ranger´s training course has come to an end after a month of weekly classroom sessions and walks in REGUA`S forests.
As a result, Messias, Adilei, Matheus, Rildo and Moises have strengthened their working bond and the purpose of continuing with their mission of being REGUA´s forest guardians! The course was run by Environmental Consultant Eduardo Rubião whose field experience and love for nature made this, a memorable event to all the participants. REGUA`s Ranger´s training course was made possible thanks to RAIN FOREST TRUST that envisioned the need of supporting REGUA`s rangers during Covid 19 pandemic.

🇧🇷 Curso de Capacitação de Guarda-Parques da REGUA

O curso de Capacitação de guarda-parques da REGUA, conduzido por Eduardo Rubião, fundador da Consultoria Ambiental Phoenix, vem ocorrendo desde o mês de maio deste ano. Após sessões semanais na sala de aula e caminhadas na floresta acompanhados por Eduardo, que tem vasta experência em campo, os guardas florestais da REGUA, Messias, Rildo, Adilei, Matheus e Moises tem a chance de ampliar os seus conhecimentos e consolidar a sua convicção em continuar desempenhando a importante função de monitorar as florestas da REGUA. Este treinamento foi apoiado pela RAIN FOREST TRUST com o intuito de fortalecer a atuação dos guardas florestais da REGUA durante a pandemia da Covid 19. Esta semana foram abordados temas como a classificação de diferentes grupos de animais, técnicas de monitoramento e captura de fauna, o papel do guarda-parque em auxiliar e compartilhar seu valioso conhecimento com os pesquisadores, o planejamento necessário para cada saída de campo, assim como a noção de território e espaço do nosso local de atuação. Os guardas-florestais têm se sentido inspirados e confiantes com esta iniciativa!
... See MoreSee Less

View on Facebook

2 months ago

Reserva Ecológica de Guapiaçu

🇧🇷 Vídeo feito pelo amigo César Costa, que fez o plantio de uma árvore em memorial à sua mãe, nos Bosques da Memória.
Evento esse realizado sábado, 05 de Junho.

🇬🇧 This video was made by one of our friends, César Costa, from Guapiaçu community, who was very emotional planting a tree in memorial to his mother at Bosques da Memória.
This event took place on Saturday, June 5th.

#regua conservação #pormaisverde
#Petrobrás GGV
... See MoreSee Less

View on Facebook

Se você quiser escutar o canto de um pássaro.
Não compre uma gaiola, plante uma árvore.
#ficaadica REGUA #conservaçãoambiental
Mata AtlânticaThe more trees we plant, the more nature, humans and future generations will flourish. 💚🌱

Image created by artist Leonardo Flores @mr.flowers2710

#OperationEarth #OE5 #trees #tree #plantatree #earth #bird #birds #song #nature #generations #savetheearth #freethebirds #savetheplanet #climatestrike #ally #noplanetb #today #nottomorrow #bethechange #humanity #weareone #freshair #oxygen #gogreen #startswithyou #green #sustainable #sustainableliving #zerowasteliving
... See MoreSee Less

View on Facebook

Twitter


seeds-brazil-2014-4-1316-joy-braker-525x250

How you can help REGUA

With only 7% of the original forested area remaining, the Atlantic Forest of South America is one of the most threatened ecosystems on Earth, but also one the most biodiverse! REGUA protects over 9,000 hectares of forest and has the opportunity to purchase more land protect more forest, but we have to act fast as encroaching urbanisation is rapidly increasing land prices. Please support REGUA by making a donation. Donate »